Seja Bem Vindo

1.5.15

(Foto: Wildlife Learning Center/Divulgação)

No verão de 2012, um ser muito especial chegou na instituição canadense Wildlife Learning Center (WLC): depois de receber tratamento em um centro de reabilitação para animais, uma coruja que havia perdido 90% de sua visão foi enviada para passar o resto de seus dias sob os cuidados dos biólogos do WLC.

A surpresa e comoção dos funcionários foi enorme ao notar que os olhos debilitados do animal pareciam exibir a imagem de belas galáxias cintilantes e de constelações celestiais. Resolveram chamá-lo de Zeus, inspirados pela divindade suprema do panteão grego, pai dos deuses e dos homens e senhor dos raios.

A beleza do olhar cósmico de Zeus, que parece ter captado a essência de alguma foto do Hubble retratando os confins do universo, esconde uma verdade triste. Quando ainda vivia na natureza, a coruja sofreu algum tipo de acidente. Ela pode ter se chocado contra uma estrutura enquanto voava ou então pode ter sido atacada por um predador, o que fez com que ficasse praticamente cega.

As galáxias de seus olhos na verdade são compostas por coágulos de sangue e fibrina, resultado do impacto sofrido. Antes de ser encaminhado para auxílio veterinário, Zeus foi encontrado empoleirado tranquilamente sobre as vigas de um telhado em uma casa na Califórnia. A equipe que toma conta dele desde então tem um carinho muito grande pelo animal.


(Foto: Wildlife Learning Center/Divulgação)
Comportamento sereno de Zeus faz com que visitantes acreditem se tratar de um animal empalhado.
"O pessoal do WLC recebe a alegria de estar com Zeus todos os dias e acredita que cuidar dele não é apenas uma responsabilidade, mas também um privilégio", diz o site da instituição. "Zeus exala uma presença pacífica e é extremamente calmo", dizem os funcionários, que também atestam que ele "tem uma grande personalidade e uma natureza curiosa". Não é raro que os visitantes pensem que a coruja é empalhada, tamanha sua serenidade. Muitos também acabam com lágrimas nos olhos, emocionados com o inesquecível olhar estrelado.

É possível conhecer Zeus pessoalmente fazendo uma visita às instalações do Wildlife Learning Center, no Canadá. Para continuar dando o nível de atenção que a coruja e os outros animais merecem, a instituição está arrecadando fundos através de uma campanha de financiamento coletivo, que pode ser acessada aqui.


Fonte: http://revistagalileu.globo.com


Dica: Silvia Alves


Copyright © As novas da Grande Arte | Powered by Blogger