Seja Bem Vindo

17.7.15

Será a primeira vez que o planeta será fotografado de perto.

Concepção artísitca da espaçonave New Horizons, atualmente em rota rumo a Plutão, é mostrada nesta imagem divulgada pela Nasa (Foto: Reuters/Science@NASA)
É grande a expectativa entre os astrônomos e demais entusiastas da exploração espacial para o inédito voo de reconhecimento que a sonda New Horizons, da Nasa, fará ao redor de Plutão nesta terça-feira (14).
Considerado por muito tempo o nono planeta no Sistema Solar e o mais afastado do Sol, Plutão foi reclassificado em 2006 como planeta anão. Finalmente, depois de nove anos viajando, essa nave vai chegar ao ponto mais próximo que a humanidade já esteve desse corpo celeste, 12,5 mil quilômetros.
A sonda foi lançada em 2006, dos Estados Unidos, a bordo do foguete Atlas. Ela viajou até Júpiter e usou a gravidade desse planeta como um estilingue para acelerar sua velocidade. Isso aconteceu em 2007. Desde então, a sonda ficou adormecida e viajou pelo espaço até ser reativada, em dezembro do ano passado.

E agora chegou o grande momento da aproximação: a New Horizons vai dar uma volta completa em torno de Plutão e de suas cinco luas para conseguir imagens em altíssima resolução. Sete instrumentos que estão a bordo da sonda vão captar essas imagens, que serão transmitidas para a Terra. O tempo de transmissão dos dados lá de Plutão até a Nasa, nos Estados Unidos, é de quatro horas e meia.
Os cientistas querem mapear a composição e a temperatura da superfície do planeta e de sua maior lua, Caronte.
A sonda foi lançada carregando as cinzas do cientista Clyde Tombaugh, que descobriu Plutão em 1930, além de outros itens, como duas bandeiras americanas.

Cassio Barbosa, blogueiro de astronomia do G1, acompanha a missão New Horizons no Observatório.



Fonte: http://g1.globo.com


Pesquisa: Davi Oliveira


Copyright © As novas da Grande Arte | Powered by Blogger