Seja Bem Vindo

7.4.16


 





Ela tem tonalidades que variam do violeta intenso ao púrpura. Na antiguidade, ela era usada como “protetora dos bêbados”, visto que seu nome em grego significa “não intoxicar”, gerando o senso comum de que era protegia contra a embriaguez.

Foi muito usada pelos egípcios antigos, para ornamento, como pedra preciosa. Este mineral também foi encontrado em túmulos de anglo-saxônicos antigos, na Inglaterra.
Sua cor roxa, bastante chamativa, ocorre devido à presença de ferro bivalente (Fe2+). Sua cor pode ser alterada se for exposta ao calor extremo ou radiação ultravioleta.







Comentários Binha Martins

Dependendo do tempo de exposição ao Sol pode até ficar amarela ou alaranjada onde muitas vezes é comercializada como citrino. Infelizmente isso acontece com frequência. 




Copyright © As novas da Grande Arte | Powered by Blogger