Seja Bem Vindo

9.10.14

Pesquisadores da Universidade do Sul da Dinamarca anunciaram a criação de um
cristal capaz de absorver o oxigênio do ar e também da água.


Aparentemente, apenas um balde, com 10 litros desta nova substância, já seria capaz de sugar todo o oxigênio de uma sala. O cristal é um sal feito a partir do cobalto e parece ter capacidade de segurar o oxigênio a uma concentração que é 160 vezes maior do que o ar que respiramos.

O artigo sobre o estudo, publicado na revista Chemical Science, indica que “um excesso” da substância poderia captar até 99% do oxigênio existente em uma sala.
Porém, o mais impressionante é que o cristal também possui a propriedade de, em um momento posterior, liberar o oxigênio quando exposto ao calor ou em ambientes com pouca presença de oxigênio. Em um comunicado à imprensa, a autora do estudo, Christine McKenzie, associou este fenômeno com a hemoglobina do nosso sangue, que usa o ferro para fixar e liberar o oxigênio do corpo humano.

Caso estas propriedades do cristal realmente se confirmem com a repetição dos experimentos, isso poderia render excelentes aplicações. Uma delas seria o fornecimento de altas concentrações de oxigênio em células de combústivel de hidrogênio. Outra aplicação estaria relacionada ao bem estar de pacientes com doenças pulmonares, que não precisariam mais carregar pesados tanques com suprimento de oxigênio. Além disso, mergulhadores poderiam deixar seus tanques de oxigênio em casa, de acordo com a pesquisadora McKenzie.

“Alguns grãos contêm oxigênio suficiente para uma pessoa respirar e, como o material pode asorver oxigênio da água, nos arredores onde está o mergulhador, não seriam necessários mais do que alguns grãos do cristal para suprir o fornecimento necessário de oxigênio embaixo da água."

A título de curiosidade, o nome do Sal é [{(bpbp)Co2II(NO3)}2(NH2bdc)](NO3)2 * 2H2O.



Fontes: Popular Science, Chemical Science


Copyright © As novas da Grande Arte | Powered by Blogger